Um Programa Popular Para Rio do Sul

 

 

Um programa popular para Rio do Sul

programa-politico-rio-do-sul

Neste momento de eleições municipais é hora de se discutir as questões que afetam que afetam não só Rio do Sul e no Alto Vale em geral, mas também a grande maioria das cidades do país.

Você já se perguntou por que a vida piora? Por que há tanto desemprego e a inflação cresce mais do que nossos salários? Primeiro disseram que a solução era trocar o governo. Agora falam que há uma crise, que será preciso arrochar salários, cortar direitos. Falam para nós que não podemos pensar em crise, que precisamos trabalhar mais e receber menos! Mas por que nós, o povo trabalhador, é que temos de pagar pela crise?

Isso acontece porque, no capitalismo, os grandes empresários (capitalistas) vivem de se apropriar da riqueza produzida pela grande maioria, o povo trabalhador. O enriquecimento de uma minoria, combinada com a pobreza da maioria, que se endivida cada vez mais pra consumir cada vez menos, gera crises como a que vivemos hoje no Brasil. O capitalismo não existe sem tais crises. Neste sistema, os empresários sempre se organizam para colocar no poder os seus capachos, os políticos corruptos, que servem aos interesses dos poderosos, não aos nossos. Rio do Sul não foge dessa regra. Basta analisar as duas principais candidaturas para a prefeitura, Gariba (PMDB) e José Thomé (PSDB). Ambos são empresários, ambos defendem as mesmas propostas, como a privatização da educação e da saúde no município. Só o que querem é aumentar o lucro dos capitalistas às custas do povo, que sofrerá com a piora da qualidade do serviço prestado.2013-08-04

É por isso que, no capitalismo, as eleições são um jogo de cartas marcadas. Ganhe quem ganhar, o governo defende o mesmo interesse, o dos patrões que nos exploram.

Nesse sentido, o PCB lança uma campanha política, não eleitoral, para dialogar com você, trabalhador, sobre propostas que atendam aos interesses imediatos de nossa classe. Temos clareza de que, independente de quem vença a eleição, a voz do povo somente será ouvida se este se organizar nos bairros, nos locais de trabalho, de estudo e de vivência, pela superação da exploração capitalista e de sua falsa democracia, rumo ao Poder Popular.

 

PROPOSTAS DO PCB PARA RIO DO SUL

SAÚDE:

  • Resistir ao projeto de terceirização-privatização dos postos de saúde (UPAs). Saúde é direito, não é mercadoria!
  • Implantar na rede municipal um modelo completo de saúde preventiva, com acompanhamento de médicos de família e agentes comunitários, modelo desenvolvido pelo socialismo cubano, mais barato e eficaz que o “modelo de saúde” mercantil, que desestimula a prevenção para vender tratamento e remédios.

EDUCAÇÃO:

  • Lutar contra o projeto de “parceria” que pretende entregar a educação básica na cidade às escolas particulares. Educação de qualidade é direito de todos, não é mercadoria!
  • Resistir ao projeto federal “Escola com mordaça”, que pretende censurar o livre debate nas escolas.
  • Garantir creche pública e de qualidade para todos obrigando as empresas a custear a creche das trabalhadoras.
  • Por uma educação que dê perspectivas à juventude e forme seres humanos completos, não mão de obra pro mercado.

ENCHENTES:

  • O combate ao problema exige uma série de medidas de fundo, como o rígido respeito ao Plano Diretor, o desassoreamento, a desocupação e recomposição da vegetação no entorno do rio, a assistência do poder público para realocar a população em risco em bairros seguros, a proibição de grandes empreendimentos próximo do rio. Em suma, exige um modelo de desenvolvimento para a cidade que priorize as pessoas e o meio ambiente, e não a especulação imobiliária e os interesses privados por trás da ocupação desordenada do espaço urbano.

SANEAMENTO:

  • Os problemas da Casan não se resolvem com municipalização. A experiência mostra que, sempre que um município assume o sistema, a água acaba sendo privatizada, total ou parcialmente, frequentemente levando a aumento nas tarifas, endividamento do município e piora na qualidade do serviço. A solução é cobrar mudanças na administração da Casan, fazendo a prefeitura e a população participarem diretamente da gestão da empresa.

SEGURANÇA:

  • Segurança não se faz com repressão pura e simples! É preciso proporcionar ocupação e perspectivas para a juventude, oferta de empregos não precarizados para a classe trabalhadora, ampliação dos espaços de convivência e de sociabilidade, enfim, condições de vida humanizadas para a totalidade da população.
  • Abordar a questão das drogas não como caso de polícia, mas sim de saúde pública.

TRANSPORTE:

  • Transferir às empresas, escolas particulares e universidades a obrigação de subsidiar a passagem do trabalhador e estudante.

ORÇAMENTO:

  • Ampliar a arrecadação do município aumentando o IPTU nos bairros da população mais rica e cancelando isenções fiscais concedidas a grandes empresas. Reduzir gradualmente o IPTU nos bairros mais pobres. Os ricos é que têm de pagar a conta!

PARTICIPAÇÃO:

  • Instituir a participação do povo na gestão do município através do Orçamento Popular Participativo, através de assembleias de bairro e câmaras temáticas permanentes (educação, saúde, transporte, etc.) com poderes reais e não apenas consultivo.
  • Organizar o trabalho voluntário para recuperar escolas, conservar o espaço público, construir moradias populares, etc.

AGRICULTURA:

  • Desincentivar o plantio do fumo e o uso de agrotóxicos; fortalecer a autonomia do povo do campo fomentando a criação de associações e cooperativas; auxiliar na adequação das propriedades à legislação ambiental.

COMBATE AO TRABALHO INFANTIL:

  • Você sabia que SC é recordista nacional de acidentes de trabalho envolvendo crianças? Lugar de criança é na escola!

ARTE/CULTURA:

  • Realizar cursos gratuitos de música, teatro, dança e artes práticas nos bairros e promover apresentações artísticas e mostras culturais gratuitas para a população.

PRECONCEITO/XENOFOBIA:

  • Combater o preconceito e a xenofobia, seja contra haitianos, nordestinos ou qualquer outro grupo. Somos todos um só povo!

11214052_643934159041324_6835298544806458493_n

 

Fale conosco! pcbvaledoitajai@gmail.com

Anúncios
Nota | Esse post foi publicado em eleições 2016, PCB, Rio do Sul. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Um Programa Popular Para Rio do Sul

  1. Walmor disse:

    Parabéns pelo projeto que pcb defente é disso que o povo precisa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s