Mais uma vez os coronéis mostram sua face na cidade de Chapecó e os contaminados pelo vírus do fascismo aplaudem!

Depois de um ato de um homem só na avenida central, trazendo em sua faixa a frase xenofóbica: “estou cansado de sustentar nordestino vagabundo”, outros movimentos que surgem em todo país, pelo “Fim da Corrupção” e “Intervenção Militar” também mostraram sua face nessa velha cidade tomada pelo conservadorismo e pelo fascismo. O que nos chama a atenção é que os “manifestantes” estrategicamente protestaram em frente à sede da 4ª Região da Polícia Militar desta cidade.

No sábado (28) uma “manifestação pacífica” organizada pelos “cidadãos de bem” percorria a avenida central da cidade, sendo que os empresários fecharam as portas obrigando seus funcionários a colaborar com o movimento. Ao passarem em frente a um edifício algo chamou a atenção dos “manifestantes”, na sacada de um apartamento estavam expostas lado a lado a bandeira do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) e a bandeira com a insígnia do partido comunista juntamente com a imagem do comandante Ernesto Guevara. Nesse momento, um dos participantes do movimento arrombou a fechadura e adentrou ao prédio, agredindo física e verbalmente as companheiras que residem no local, exigindo que as mesmas retirassem as bandeiras ali expostas, apoiado pelos gritos dos demais participantes que faziam de suas vozes, atos de machismo e preconceito: Puta! Puta! Mata ela!

Isso foi o que o grupo fez na avenida central da cidade. Alguns pontos nos chamam a atenção. O primeiro deles é que a PM escoltava os manifestantes e nada fez para retirar o homem do local, ou prendê-lo por invasão domiciliar. O outro ponto é que um empresário contrário à manifestação, que mesmo fechando a loja por uma hora em respeito ao movimento, foi impedido pelos manifestantes de trabalhar após reabrir seu estabelecimento.

Historicamente a cidade é dominada pelos coronéis e pelo que há de mais podre na atual sociedade, onde unidos, disfarçados desenrolam suas artimanhas. A cidade já foi alvo da queima de igreja e linchamento em praça pública dos irmãos Orlando e Armando de Lima e dos amigos Romano Ruani e Ivo de Oliveira Paim em outubro de 1950. Há três anos o vereador e professor Marcelino Chiarello foi assassinado após fazer graves denúncias ao Ministério Público, de propinas e desvios de verbas públicas por parte do governo local.

Nós militantes do Partido Comunista Brasileiro de Chapecó e do estado de Santa Catarina repudiamos a todo e qualquer ato fascista realizado em qualquer parte do mundo. Prestamos por meio desta, nossa total solidariedade às companheiras que sentiram na pele o ódio fascista enraizado na sociedade. Todo e qualquer ato com face fascista, xenofóbica e machista é fruto dessa corja capitalista, que desesperada revela sua raiva e despreparo frente às opiniões contrárias.

Aos camaradas é necessário ter a clareza de que em todos os momentos de nossas vidas, continuamos firmes na construção da sociedade socialista!

Socialismo ou Barbárie?

Célula de Chapecó/SC

04/03/2015

04/03/2015

LINK DO VÍDEO NO YOUTUBE:

Anúncios

Sobre trincheiravirtual

Até a vitória, sempre!
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s