Quem é Marlene Soccas?

DSC_1916Marlene Soccas iniciou sua vida política militando na Vanguarda Armada Revolucionária Palmares (VAR-Palmares), na luta contra a ditadura civil-militar instaurada no Brasil pelo golpe de 1964. Foi sequestrada pela repressão em São Paulo, onde militava, em 1970, torturada, passando pela OBAN (12 dias), DOPS-SP (45 dias) e Presidio Tiradentes, São Paulo, dois anos e dois meses.

No presídio, escreveu cartas denunciando as torturas e prisões ilegais, sendo parte de sua carta publicada na página 37 do livro “Brasil Nunca Mais”. Participou de greve de fome para evitar que seus companheiros de prisão fossem assassinados pelo então Esquadrão da Morte, dirigido pelo torturador Sérgio Paranhos Fleury, constando do livro “ResistênciaAtrás das Grades”, de Maurice Politi. Libertada, retorna para Criciúma e para sua atividade profissional, como odontóloga. No final dos anos 1970 participa da criação, em Criciúma, do Centro de Defesa dos Direitos Humanos, e do Comitê Brasileiro Pela Anistia. Em 1980, participa da criação do PT, mas por divergências ideológicas, dele se afasta em 1982. Em 1985, quando o PCB consegue sua legalidade, entra para o PCB. Participa da grande luta do PCB pela sua reconstrução revolucionária após o racha que originou o PPS em 1992. Foi candidata duas vezes pelo PCB em Criciúma, como deputada estadual, em 1986, e como vereadora, em 1988. Participou do Movimento “In Memórian” dos familiares dos Mortos e Desaparecidos Catarinenses, participando da recuperação do corpo de Ruy Pfützenreuter, de Orleans e de Arno Preis, de Forquilhinha. É cofundadora do Coletivo Memória, Verdade e Justiça João Batista Rita, em Criciúma. Após um período de afastamento, retornou ao PCB em 2012, militando junto a causas populares e dos trabalhadores e na luta por uma sociedade comunista.

Veja o depoimento de Marlene sobre a luta contra a Ditadura Militar:

 http://www.youtube.com/watch?v=nwJPN8pGiks

Anúncios

Sobre trincheiravirtual

Até a vitória, sempre!
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s