Pela desmilitarização da polícia! Solidariedade aos moradores da Vila Samaria!

 

 

Presenciamos no Brasil um crescente processo de criminalização dos movimentos sociais e das comunidades pobres. Com a crescente mobilização e organização popular os aparelhos repressivos do Estado tem atuado de forma cada vez mais violenta para “controlar” e esvaziar as lutas que se desenvolvem em todo o país.

Em Araranguá não tem sido diferente. Presenciamos nos últimos meses cenas lamentáveis de ações policiais que visavam exatamente à demonstração da força e da violência; a criminalização de movimentos sociais e da pobreza e a repressão indiscriminada.

Primeiro foram os trabalhadores do transporte público, que no mês de agosto ao realizarem uma manifestação pacífica no terminal de ônibus, para reivindicar direitos e melhores condições de trabalho foram agredidos com cassetadas, balas de borracha e muito spray de pimenta, cena que se deu em meio a estudantes, aposentados e trabalhadores que aguardavam no terminal. Ali a PM demonstrava que não estava despreparada, pelo contrário encontrava-se muito preparada, mas para defender os interesses do capital e da empresa que comanda o transporte público há décadas na cidade e não o direito de livre manifestação dos trabalhadores.

Na semana passada, presenciamos outras cenas de violência e autoritarismo policial. Na Vila Samaria, denominada pejorativamente de “Buraco Quente” (por ser uma comunidade pobre e majoritariamente negra), após a briga localizada entre alguns moradores, iniciou-se um conflito com a PM, que foi resolvido com o deslocamento de tropa de choque, que utilizou indiscriminadamente de balas de borracha, bomba de efeito moral, gás lacrimogêneo e spray de pimenta, não levando em consideração a presença de crianças, idosos e demais moradores da comunidade.

Essa ação desproporcional da PM só pode ser compreendida em um contexto de uma comunidade pobre, historicamente excluída e isolada da cidade, com acesso restrito a direitos básicos, em pleno coração de Araranguá.

A criminalização da Vila Samaria, atende diretamente aos interesses do capital imobiliário, que vê naquela localidade uma área de alto valor para construções. A fórmula é simples, primeiro isola-se a comunidade, depois a criminaliza, e por último a remove criando junto à opinião pública a ideia de “limpeza social”, o que já vem ocorrendo em diversas cidades brasileiras.

Nós do PCB nos solidarizamos com os moradores da Vila Samaria, entendendo que é preciso lutar pela inclusão da comunidade através da garantia de direitos básicos, combatendo a estigmatização e a criminalização que existem em torno dela. Salientamos que a comunidade vem travando uma luta pelo reconhecimento enquanto quilombo urbano, o que apoiamos no sentido de garantir o seu reconhecimento histórico-cultural na formação do município, além de afastar a especulação imobiliária que paira como uma ameaça permanente aos moradores.

Fazemos um chamado aos movimentos sociais, sindicatos, associações comunitárias, partidos políticos, organizações e indivíduos do campo da esquerda para abrirmos um debate na cidade sobre a desmilitarização da polícia e o fim da Polícia Militar. Não podemos mais concordar com a existência de um aparato militar autoritário que tem no povo e nos trabalhadores os inimigos a serem combatidos.

Abaixo a criminalização dos movimentos sociais e da pobreza!

Pelo fim da Polícia Militar!

Abaixo o Capitalismo!

Lutar, criar o Poder Popular!

Base Amadeu Hercílio da Luz

Partido Comunista Brasileiro

Outubro de 2013.

 

Anúncios

Sobre trincheiravirtual

Até a vitória, sempre!
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Pela desmilitarização da polícia! Solidariedade aos moradores da Vila Samaria!

  1. joao carlos cichaczewski disse:

    VIVA A RESISTÊCIA!
    Texto Excelente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s