Em Chapecó os coronéis continuam no poder!

Em Chapecó os coronéis continuam no poder!

CHAPECÓ 2013

Crédito ND Oeste

Quase poucos sabem do linchamento ocorrido em Chapecó na década de 1950, onde homens que se posicionaram contra os coronéis e seu mandonismo local foram brutalmente assassinados em praça pública. Sem provas, sem julgamento, sem defesa, foram linchados e queimados a mando dos que detinham o poder. Ninguém foi culpado, nem mesmo o delegado Arthur Lajus que nada fez para defender a vida daqueles quatro homens. A história se repete e mostra que os mesmos coronéis parecem continuar no poder. O assassinato do vereador Marcelino Chiarello (2011) mostra de que lado a justiça anda, pois no inicio os próprios delegados do caso afirmaram convictos que se tratava de homicídio e mais de uma pessoa participou do crime. Dias depois o discurso mudou e para eles Marcelino havia suicidado-se. O que poderia contribuir com as investigações eram as câmeras em torno do estádio que poderia marcar a passagem do professor Marcelino, porém no dia “estavam” em manutenção. Parece que a verdade incomoda muita gente e pode colocar alguns poderosos no seu devido lugar, na cadeia. Nessa semana mais um caso de tentativa de homicídio contra o militante Patrike Monteiro que é advogado e assessor parlamentar de um vereador de oposição de Chapecó. O fato aconteceu em seu escritório em pleno centro da cidade, onde dois indivíduos entraram em seu escritório e tomando conhecimento de quem era Patrike, começaram a deferir golpes de faca e facão contra o advogado. Segundo familiares não se trata de assalto, pois foi oferecido dinheiro aos praticantes do crime. Patrike passou por cirurgia e esta internado na UTI. Mais um crime contra militantes das causas populares em Chapecó, mais uma tentativa de homicídio contra uma pessoa que não aceita a forma autoritária e injusta que é conduzida nossa cidade e seu coronelismo. Não aceitaremos que crimes como do vereador Marcelino assassinado dentro de sua casa (2011) e do advogado Patrike fiquem impunes. Nós militantes do PCB/SC prestamos solidariedade ao militante Patrike e contamos com sua total recuperação. Exigimos que os órgãos competentes investigue com clareza os fatos e encontrem os culpados e mandantes.

CHAPECÓ 1950

Nota política da Base PCB – Chapecó/SC
Fato ocorrido dia 19 de agosto de 2013

Anúncios

Sobre trincheiravirtual

Até a vitória, sempre!
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s