NOTÍCIAS DA CONVENÇÃO

10 de Junho (Quarta-feira)

19 horas – Abertura

– Abertura oficial com apresentação cultural e execução dos hinos nacionais de Cuba e Brasil).

– Presença do embaixador de Cuba no Brasil, Pedro Nuñez Mosquera. o presidente do ICAP (Instituto Cubano de Amistad con los Pueblos) e representantes de organizações políticas da sociedade civil.

22 horas – Confraternização.

obs: o credenciamento dos participantes iniciará a partir das 14h.

11 de Junho (Quinta-feira)

09 horas – Início dos Trabalhos

– Informes das associações de solidariedade dos estados de SC, RS, RJ e MG, sobre as atividades realizadas desde a última convenção – (05 minutos para cada entidade).

09:30 às 12 Horas – Palestra e debate:

– 50 Anos da Revolução Cubana: A Desinformação e a Solidariedade. Mesa formada pelo Presidente do ICAP e um palestrante brasileiro.

– Debate

– Homenagens.

12 horas – Almoço

14 às 18 horas – Grupos de debate/trabalho (em dois locais distintos):

a) Luta contra o bloqueio, informação e desinformação – com a presença de Tubal Paez (Presidente da União dos Jornalistas de Cuba);

b) Solidariedade – Presença do Presidente do ICAP.

19 horas – Reunião com diretores de entidades de solidariedade do Brasil.

12 de Junho (Sexta-feira)

09 horas – Início dos Trabalhos

– informes das associações de solidariedade dos estados de SP, PE, RN e PR, sobre as atividades realizadas desde a última convenção (05 minutos para cada entidade).

09:30 às 12 Horas – Palestra e debate:

– 50 Anos da Revolução Cubana: A Questão dos Cinco Heróis e a Questão da Juventude

12 horas – Almoço

14 às 18 horas – Grupos de debate/trabalho (em dois locais distintos):

c) Libertação dos 5 heróis Cubanos – com Roberto Gonzalez (advogado e irmão de Rene Gonzalez); A confirmar

d) Juventude, convênios educacionais, associações de pais de estudantes – dirigente da FEU Cubana.

20 horas – Festa comemorativa pelos 50 anos da Revolução Cubana

13 de junho (Sábado)

09 às 12 horas – Plenária Final

– apresentação dos relatórios dos 04 grupos de trabalho;
– discussão e aprovação dos relatórios;
– aprovação da Declaração de Florianópolis;
– definição do local da convenção do próximo ano;
– considerações finais da entidade organizadora da próxima convenção e do
Presidente do ICAP.

OBS: Cada grupo de trabalho terá um coordenador e um relator de uma das associações, que iniciará com um informe do que foi definido na convenção anterior. Haverá uma intervenção de cada um dos convidados, e, em seguida um debate. O Relatório das propostas deverá ser escrito no final, e, passado para a Comissão Central que se encarregará da digitação.

FONTE: http://convencao2009.blogspot.com/

Anúncios

Sobre dariodasilva

“o espírito crítico, a independência intelectual, não consistem em ceder à reação mas em não lhe ceder” Georges Politzer
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s